"Sem música não há vida, não há vida sem música"





quinta-feira, 23 de março de 2017

Salvador Sobral, "Amar Pelos Dois" (Luísa Sobral)









Salvador Sobral interpreta o tema "Amar Pelos Dois", da autoria de sua irmã Luísa Sobral. Esta canção venceu o Festival da Canção 2017 e irá representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção de 2017 em Kiev, na Ucrânia.

A canção portuguesa é já uma das favoritas do público internacional e até eu, que não sou dada a estas coisas de festivais nem gosto do "estilo" festivaleiro e demasiado barulhento, me comovo todas as vezes que a oiço.  

A feliz composição de Luísa Sobral faz jus ao sentimento e romantismo que é universal, de todos nós e, não tendo fronteiras, tocará até quem não conheça a língua portuguesa. 

A interpretação "pobre" e cheia de soul de Salvador Sobral, eleito pela compositora e irmã, levará certamente  o belíssimo tema aos corações de todos aqueles que amam a música e acreditam no poder do sentimento . 

Portugal está magnificamente representado, parabéns aos dois!

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

"Sur l'écran noir de mes nuits blanches" (7), "Sittin' in the Balcony" (Johnny Dee, Eddie Cochran)










Neste ciclo sobre Música e Cinema temos recordado sobretudo a música na arte cinematográfica. Mas hoje vamos pensar no cinema, enquanto espaço físico, como tema da música e recuar aos anos 1957 com esta canção de Johnny Dee. Os meus companheiros e companheiras de geração vão certamente lembrar-se das idas ao cinema nos anos 1960. No meu caso a cidade era Coimbra, e o cinema o Teatro Avenida, onde vi tantos filmes na companhia do meu namorado, e da mãe dele, pois então, sempre à tarde, e sim, lá em cima no balcão, os nossos lugares preferidos! E esta podia ter sido a banda sonora dessas matinés, beijinhos à parte, bem entendido! Aqui fica "Sittin' in the Balcony" em várias versões.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016